Embalagem plástica cresce mais rápido que papel até 2012

Por admin • jan 3rd, 2011 • Categoria: Embalagens

Em mercados selecionados de embalagem em que o papel e o plástico competem, o volume de participação do plástico vai continuar a expandir, alcançando 49% até 2012. No entanto, a participação do plástico vai crescer em ritmo mais lento que na década passada, já que o número de aplicações de embalagem está parcialmente maduro.

Apesar disso, o aprimoramento do plástico que permite estender o shelf life do produto e aumentar a durabilidade, além de reduzir o uso do material e atender aos requisitos de conveniência como reselabilidade e cozimento a vapor vão continuar a conduzir as oportunidades para o mercado de embalagem plástica. Esta e outras tendências são apresentadas no estudo Papel x Plástico em Embalagem da Freedonia.

O avanço da embalagem plástica será mais lento em mercados relativamente saturados como leite e produtos panificados, embora ela irá registrar crescimento mais rápido em garrafas pequenas de leite em função da substituição das embalagens cartonadas gabletop em escolas e restaurantes de serviço rápido. Além disso, o crescimento abaixo da média também é atribuído ao menor uso de sacos plásticos no varejo, resultado das preocupações ambientais e/ ou restrições legislativas.

Devido ao crescimento do plástico, o consumo de papel na maioria dos mercados irá ter ganhos marginais ou continuará a diminuir até 2012. Em alguns mercados – bebidas de soja, foodservice, embalagem protetora, alimentos congelados, produtos lácteos e carnes, aves e frutos do mar – o material deve manter crescimento acima da média.

Apesar das perspectivas para um crescimento lento da embalagem de papelcartão, embalagens cartonadas assépticas e gabletop em vários destes mercados, a demanda total de embalagens rígidas irá expandir a um ritmo semelhante ao de embalagens flexíveis baseados em crescimento acima da média de tubos, copos, bandejas, clamshells e embalagens de  duas peças de alta visibilidade.

Fonte: www.pack.com.br/blog/

Deixe uma resposta